BNDigital

Acervo da BN | A gravura de ornamento

08 out 2020

Artigo arquivado em Acervo da BN
e marcado com as tags Biblioteca Nacional, Gravura, Ornamento

Pode-se considerar como gravura de ornamento tanto aquelas que representam objetos de arte decorativa como as que exibem tipos de ornamentos frequentemente encontrados em obras das chamadas ‘artes aplicadas’. Assim como as gravuras de retrato, as gravuras de ornamento eram feitas com múltiplos propósitos e para um público variado. Publicadas geralmente em pequenos conjuntos ou séries contendo de quatro a doze estampas, podiam ser usadas por diversos artesãos, sugerindo-lhes ideias para a criação e ornamentação de novos objetos. A demanda considerável por essas gravuras levou muitos editores profissionais a publicá-las, sendo que também podiam ser produzidas por artesãos e distribuídas entre seus pares.

O fato de serem feitas por artesãos que muitas vezes não eram gravadores profissionais ocasionou alguns cruzamentos técnicos na criação das gravuras, de modo que certas características das imagens produzidas eram obtidas por técnicas desenvolvidas no âmbito da prática artística primária de tais artesãos. Como exemplo dessas interações entre diferentes ofícios, que geraram trocas formais e estilísticas e a adaptação a novos materiais e técnicas, podemos citar a ‘blackwork engraving’, técnica oriunda da ourivesaria e esmaltação de objetos em metal que permitiu a impressão de áreas de preto sólido, em vez do tradicional hachurado.

A gravura apresentada é o frontispício da série “Premier livre de groupes d'enfans”, composta por seis gravuras de Pierre Aveline, segundo desenhos de François Boucher. A obra foi publicada em Paris no século XVIII por Gabriel Huquier, famoso editor especializado em gravuras de ornamento.
Publicou obras de grandes artistas do período Rococó e muitos conjuntos de temas decorativos figurativos, alguns encomendados a Boucher, como é o caso da obra em questão. Elementos figurativos e motivos ornamentais abstratos eram empregados na decoração arquitetônica, de mobiliário, em pintura de porcelana, entre outros.

(Seção de Iconografia)



Frontispício da série “Premier livre de groupes d'enfans”, publicada por Gabriel Huquier