BNDigital

Perguntas e Respostas

  • Apoio técnico e consultoria

  • Quero montar uma biblioteca digital, a BNDigital oferece consultoria?

    A BNDigital oferece apoio técnico para a criação de bibliotecas digitais. Esse apoio deve ser formalizado através da celebração de termo de parceria através da Rede da Memória Virtual Brasileira, programa da Biblioteca Nacional Digital que apoia iniciativas de digitalização e disponibilização do patrimônio cultural brasileiro na internet.


    Para maiores informações acessar o portal da Rede da Memória Virtual Brasileira em http://redememoria.bn.br/


  • Cadastro no ISBN

  • Como fazer para atribuir numero do ISBN em obra?

    O ISBN (International Standard Book Number, traduzido como Padrão Internacional de Numeração de Livro) é um padrão numérico, legível por leitura automatizada, usado para identificar publicações como livros, artigos e apostilas, sendo imprescindível para qualquer publicação, usado em bibliotecas e sistemas gerais de catalogação e reconhecido em mais de 200 países no mundo.


    A Câmara Brasileira do Livro (CBL), através da Agência Brasileira do ISBN, é atualmente o órgão responsável por atribuir o ISBN a uma obra. Na página da CBL encontram-se as instruções para solicitar o registro. Acesse através do site:


    https://www.cblservicos.org.br/isbn/


  • Como colaborar com a BNDigital

  • Sou autor de obra intelectual e gostaria de publicá-la na BNDigital, como proceder?

    A BNDigital em sua missão de preservar a memória bibliográfica e documental Brasileira poderá disponibilizar obras com direitos autorais vigentes em sua base de dados.


    Essas obras somente serão disponibilizados com a expressa autorização do titular do direito autoral e se atenderem os seguintes requisitos.


     


    –       A obra deve possuir ISBN (saiba como conseguir o número do ISBN)


    –       A obra deve ter sido depositada na Biblioteca Nacional em cumprimento à Lei do Deposito Legal. (Leis 10.994, de 14/12/2004 e 12.192, de 14/01/2010)


    –       O titular ou titulares dos direitos autorais devem preencher o termo de autorização de disponibilização de obras, e enviá-lo para BNDigital assinado e com firma reconhecida.


    –       A obra publicada deve ser enviada para a BNDigital em formato PDF, com as diretivas de segurança desejadas pelo titular do direito autoral.


    –       Deve ser fornecido um endereço, telefone e email para contato caso ocorram eventuais solicitações de uso do material disponibilizado por parte dos usuários da BNDigital.


    –       A BNDigital se reserva ao direito de não publicar obras com conteúdos impróprios ou ofensivos.


  • Como referenciar as obras da BNDigital

  • Exemplo da norma da ABNT “NBR 6023.2018: Informação e Documentação – Referências – Elaboração” (p. 34).

    Modelo:


    FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL (Brasil). BNDIGITAL I: Coleção Casa dos Contos. Rio de Janeiro, 23 fev. 2015. Facebook: bibliotecanacional.br. Disponível em: https://www.facebook.com/bibliotecanacional.br/photos/a.241986499162080.73699.217561081604622/1023276264366429/?type1&theater. Acesso em: 26 fev. 2015.


    Recomendações Gerais:


    Modelo de referência para a Hemeroteca Digital baseado na norma da ABNT NBR6023/2018.


    Para documentos online, além dos elementos essenciais e complementares, deve-se registrar o endereço eletrônico, precedido da expressão Disponível em:, e a data de acesso, precedida da expressão Acesso em:


    Inclui o todo ou partes de: coleção, fascículo ou número de revista, jornal, entre outros.


    1. Coleção de publicação periódica:


    A referência de toda a coleção de um título de periódico é utilizada em listas de referências e catálogos

    de obras preparados por livreiros, bibliotecas ou editoras.


    Os elementos essenciais são: título, subtítulo (se houver), local de publicação, editora, datas de início

    e de encerramento da publicação (se houver), e ISSN (se houver). Quando necessário, acrescentam-

    se elementos complementares para melhor identificar o documento.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939- . ISSN 0034-723X.

    — Elementos complementares REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939- . ISSN 0034-723X. Trimestral. Absorveu Boletim Geográfico, do IBGE. Índice acumulado, 1939-1983.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais NURSING. São Paulo: Ferreira & Bento, 1998- . ISSN 1415-8264.


    EXEMPLO 3

    — Elementos complementares NURSING. Bruxelles: Association Nationale Catholique du Nursing, 1929-1975. ISSN 0029-6457. Bimestral.


    2. Coleção de publicação periódica em meio eletrônico:


    As referências devem obedecer aos padrões indicados para coleção de publicação periódica, de

    acordo com 7.7.1, acrescidas do DOI (se houver), e de informações relativas à descrição física do

    meio eletrônico (CD-ROM, online e outros). Ver 6.6.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais ACTA CIRÚRGICA BRASILEIRA. São Paulo: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em

    Cirurgia, 1997- . ISSN 1678-2674 versão online. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?scriptsci_

    serial&pid0102-8650&lngpt&nrmiso. Acesso em: 22 ago. 2013.

    © ABNT 2018 – Todos os direitos reservados 11

    ABNT NBR 6023:2018


    — Elementos complementares


    ACTA CIRÚRGICA BRASILEIRA. São Paulo: Sociedade Brasileira para o Desenvolvimento da Pesquisa em

    Cirurgia, 1997- . ISSN 1678-2674 versão online. Bimestral. A versão impressa iniciou em 1986. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?scriptsci_serial&pid0102-8650&lngpt&nrmiso. Acesso em: 22 ago. 2013.


    NOTA Para publicações impressas e eletrônicas, pode-se indicar, em notas, o período da publicação

    impressa, caso seja diferente.


    EXEMPLO 2

    — Elementos complementares


    CADERNO BRASILEIRO DE ENSINO DE FÍSICA. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina,

    2008- . ISSN 2175-7941. DOI 10.5007/2175-7941. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/fisica/

    index. Acesso em: 20 maio 2014.


    3. Parte de coleção de publicação periódica:


    Os elementos essenciais são: título, subtítulo (se houver), local de publicação, editora, datas de início

    e de encerramento da publicação (se houver), período consultado e ISSN (se houver).


    EXEMPLO

    — Elementos essenciais


    REVISTA BRASILEIRA DE GEOGRAFIA. Rio de Janeiro: IBGE, 1939- . 1982-1992. ISSN 0034-723X.


    4. Fascículo, suplemento e outros:


    Inclui volume, fascículo, suplemento, número especial e outros.

    Os elementos essenciais são: título, subtítulo (se houver), local de publicação, editora, numeração

    do ano e/ou volume, numeração do fascículo, informações de períodos e datas de sua publicação.

    Quando necessário, acrescentam-se elementos complementares à referência para melhor identificar

    o documento.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais

    DINHEIRO: revista semanal de negócios. São Paulo: Três, n. 148, 28 jun. 2000.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais

    REVISTA TRIMENSAL DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRAPHICO BRAZILEIRO. Rio de Janeiro: Companhia Typographica do Brazil, t. 64, pt. 1, 1901.


    EXEMPLO 3

    — Elementos complementares

    AS 500 maiores empresas do Brasil. Conjuntura Econômica. Rio de Janeiro: Ed. FGV, v. 38, n. 9, set.

    1984. Edição especial.

    12 © ABNT 2018 – Todos os direitos reservados

    ABNT NBR 6023:2018


    EXEMPLO 4

    — Elementos complementares MÃO-DE-OBRA e previdência. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios. Rio de Janeiro: IBGE, v. 7, 1983. Suplemento.


    5. Artigo, seção e/ou matéria de publicação periódica:


    Inclui partes de publicação periódica, artigo, comunicação, editorial, entrevista, recensão, reportagem,

    resenha e outros.

    Os elementos essenciais são: autor, título do artigo ou da matéria, subtítulo (se houver), título do

    periódico, subtítulo (se houver), local de publicação, numeração do ano e/ou volume, número e/ou

    edição, tomo (se houver), páginas inicial e final, e data ou período de publicação. Quando necessário,

    acrescentam-se elementos complementares à referência para melhor identificar o documento.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais DE LUCCA, Gabriella. Notas curtas. Getulio, São Paulo, ano 3, p. 9, jul./ago. 2009.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais DOREA, R. D.; COSTA, J. N.; BATITA, J. M.; FERREIRA, M. M.; MENEZES, R. V.; SOUZA, T. S. Reticuloperitonite traumática associada à esplenite e hepatite em bovino: relato de caso. Veterinária e

    Zootecnia, São Paulo, v. 18, n. 4, p. 199-202, 2011. Supl. 3.


    EXEMPLO 3

    — Elementos essenciais SEKEFF, Gisela. O emprego dos sonhos. Domingo, Rio de Janeiro, ano 26, n. 1344, p. 30-36, 3 fev. 2002.


    EXEMPLO 4

    — Elementos essenciais ROCKE, Hans; ROSS, Johanna C. Online catalogs for and by librarians. Technical Services Quarterly,

    Greeley, v. 2, n. 3/4, p. 1-9, Spring/Summer 1985.


    EXEMPLO 5

    — Elementos essenciais TEICH, D. H. A solução veio dos emergentes. Exame, São Paulo, ano 43, n. 9, ed. 943, p. 66-67, 20 maio 2009.


    EXEMPLO 6

    — Elementos complementares MENDONÇA, Lenny; SUTTON, Robert. Como obter sucesso na era do código aberto. Entrevistado:

    Mitchekk Baker. HSM Management, São Paulo, ano 12, v. 5, n. 70, p. 102-106, set./out. 2008.

    © ABNT 2018 – Todos os direitos reservados 13

    ABNT NBR 6023:2018


    EXEMPLO 7

    — Elementos essenciais

    TAVARES, Raul. O combate naval do Monte Santiago. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 155, t. 101, p. 168-203, 1953.


    EXEMPLO 8

    — Elementos essenciais

    COSTA, V. R. À margem da lei: o Programa Comunidade Solidária. Em Pauta: revista da Faculdade de Serviço Social da UERJ, Rio de Janeiro, n. 12, p. 131-148, 1998.


    6. Artigo, seção e/ou matéria de publicação periódica em meio eletrônico:


    As referências devem obedecer aos padrões indicados para artigo e/ou matéria de publicação peri-

    ódica, de acordo com 7.7.5, acrescidos do DOI (se houver) e de informações relativas à descrição

    física do meio eletrônico (CD-ROM, online e outros). Quando se tratar de artigos consultados online,

    ver 6.6.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais

    VIEIRA, Cássio Leite; LOPES, Marcelo. A queda do cometa. Neo Interativa, Rio de Janeiro, n. 2, inverno

    1994. 1 CD-ROM.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais

    SILVA, M. M. L. Crimes da era digital. Net, Rio de Janeiro, nov. 1998. Seção Ponto de Vista. Disponível em: http://www.brazilnet.com.br/contexts/brasilrevistas.htm. Acesso em: 28 nov. 1998.


    EXEMPLO 3

    — Elementos essenciais

    RIBEIRO, P. S. G. Adoção à brasileira: uma análise sociojurídica. Dataveni@, São Paulo, ano 3, n. 18, ago.

    1998. Disponível em: http://www.datavenia.inf.br/frame.artig.html. Acesso em: 10 set. 1998.


    EXEMPLO 4

    — Elementos essenciais

    WINDOWS 98: o melhor caminho para atualização. PC World, São Paulo, n. 75, set. 1998. Disponível em: http://www.idg.com.br/abre.htm. Acesso em: 10 set. 1998.


    EXEMPLO 5

    — Elementos essenciais

    ALEXANDRESCU, D. T. Melanoma costs: a dynamic model comparing estimated overall costs of various

    clinical stages. Dermatology Online Journal, [s. l.], v. 15, n. 11, p. 1, Nov. 2009. Disponível em: http://

    dermatology.cdlib.org/1511/originals/melanoma_costs/alexandrescu.html. Acesso em: 3 nov. 2009.

    14 © ABNT 2018 – Todos os direitos reservados

    ABNT NBR 6023:2018


    EXEMPLO 6

    — Elementos essenciais PAIM, Zaken Sidinei. No princípio. Boletim Ouve Israel, Curitiba, 26 Tishrei 5766 = 29 out. 2005.

    Disponível em: http://www.israelitas.com.br/boletim/boletimVer.php?%20id48&nomerosh. Acesso em: 21 jun. 2012.


    EXEMPLO 7

    — Elementos essenciais

    DANTAS, José Alves et al. Regulação da auditoria em sistemas bancários: análise do cenário internacional e fatores determinantes. Revista Contabilidade & Finanças, São Paulo, v. 25, n. 64, p. 7-18, jan./abr.

    2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1519-70772014000100002. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.

    php?scriptsci_arttext&pidS1519-70772014000100002&lngen&nrmiso. Acesso em: 20 maio 2014.


    7. Artigo e/ou matéria de jornal:


    Inclui comunicação, editorial, entrevista, recensão, reportagem, resenha e outros.

    Os elementos essenciais são: autor, título, subtítulo (se houver), título do jornal, subtítulo do jornal

    (se houver), local de publicação, numeração do ano e/ou volume, número (se houver), data de

    publicação, seção, caderno ou parte do jornal e a paginação correspondente. Quando não houver

    seção, caderno ou parte, a paginação do artigo ou matéria precede a data. Quando necessário,

    acrescentam-se elementos complementares à referência para melhor identificar o documento.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais

    OTTA, Lu Aiko. Parcela do tesouro nos empréstimos do BNDES cresce 566 % em oito anos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, ano 131, n. 42656, 1 ago. 2010. Economia & Negócios, p. B1.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais

    CRÉDITO à agropecuária será de R$ 156 bilhões até 2015. Jornal do Commercio, Rio de Janeiro, ano 97,

    n. 156, p. A3, 20 maio 2014.


    8. Artigo e/ou matéria de jornal em meio eletrônico:


    As referências devem obedecer aos padrões indicados para artigo e/ou matéria de jornal, de acordo

    com 7.7.7, acrescidas do DOI (se houver) e de informações relativas à descrição física do meio

    eletrônico (CD-ROM, online e outros). Quando se tratar de artigos consultados online, ver 6.6.


    EXEMPLO 1

    — Elementos essenciais

    VERÍSSIMO, L. F. Um gosto pela ironia. Zero Hora, Porto Alegre, ano 47, n. 16.414, p. 2, 12 ago. 2010.

    Disponível em: http://www.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jspx?uf1&actionflip. Acesso em: 12 ago. 2010.


    EXEMPLO 2

    — Elementos essenciais

    PROFESSORES terão exame para ingressar na carreira. Diário do Vale, Volta Redonda, v. 18, n. 5877,

    27 maio 2010. Caderno Educação, p. 41. Disponível em: http://www.bancadigital.com.br/diariodovale/

    reader2/Default.aspx?pID1&eID495&lP38&rP39&lTpage. Acesso em: 29 set. 2010.


    O que adicionar a referência? Disponível em: http://bndigital.bn.gov.br/hemeroteca-digital/. Acesso em: xx/xx/xxxx.


  • Pesquisa no acervo digitalizado

  • Como pesquisar no acervo da BNDigital

    Realizando uma Busca Rápida no Acervo Digital


    Com o objetivo de recuperar a informação de forma fácil e rápida, a BNDigital oferece diversas formas de pesquisa, uma delas é a Busca Rápida.


    A Busca Rápida é a busca que aparece assim que o site da BNDigital é aberto. Esse tipo de pesquisa permite uma busca rápida e ampla através de Palavra(s) Chave(s), ou seja, de um termo que pode ser recuperado de qualquer metadado atribuído aos objetos digitais cadastrados.


    Para realizar a Busca Rápida no Acervo Digital digite a(s) Palavra(s) Chave(s) na caixa de descrição e clique em Buscar.


    A Busca Rápida no Acervo Digital deve ser utilizada para pesquisas rápidas e amplas, para buscas mais restritas utilize a Busca Combinada.


    Realizando uma Busca Avançada


    A Busca Avançada permite combinar termos de uma busca, além de oferecer filtros que facilitam a pesquisa.


    Na primeira parte da Busca Avançada podemos combinar os dados da pesquisa através dos campos: Palavra-Chave, Título, Autor e Assunto, com a utilização dos operadores booleanos E, OU e E NÃO.

    Para realizar a busca, clique na tabela de seleção e selecione o campo a ser pesquisado, digite o termo na caixa de descrição, selecione o operador booleano e se necessário repita a operação nos demais campos. Após montar a estratégia de busca, selecione um ou mais filtros e clique em Buscar.


    Veja a seguir, o significado de cada um dos campos:


    Título: recuperação por palavras contidas nos metadados de títulos.


    Autor: recuperação por palavras contidas nos metadados dos nomes de autores.


    Assunto: recuperação por palavras contidas nos metadados assuntos em língua portuguesa e em língua inglesa.


    Veja abaixo o significado de cada um dos operadores booleanos:


    E : Utilizar esse operador quando se deseja que o material tenha obrigatoriamente a informação digitada nos campos. Ex.: Campo Título: Casa “E” Campo autor: Machado de Assis. Serão buscados documentos que contenham no título a palavra CASA + MACHADO DE ASSIS no campo de autor. A busca realizada por esse operador é restrita, pois o material encontrado deve conter TODAS as palavras digitadas.


    OU : Utilizar este operador quando se deseja encontrar um material que contenha qualquer uma das informações digitadas nos campos. Ex.: Campo Assunto: Biologia “OU” Campo Assunto: Química. Serão buscados documentos que contenham no campo assunto o termo BIOLOGIA ou materiais que contenham no campo assunto o termo QUÍMICA ou ainda os dois termos no campo assunto BIOLOGIA e QUÍMICA. A busca utilizando este operador é mais abrangente, pois o material encontrado pode conter QUALQUER um dos campos buscados.


    E NÃO : Utilizar este operador quando se deseja encontrar um material que contenha determinado termo em seu cadastro mas que NÂO TENHA o termo digitado no campo seguinte utilizado. Ex.: Campo Título: Casa “E NÃO” Campo Autor: Machado de Assis. Serão buscados documentos que contenham no título a palavra CASA, mas que NÃO CONTENHAM no campo de autor MACHADO DE ASSIS. Este operador restringe uma pesquisa, no exemplo dado, fez-se uma restrição, pois foi recuperado o grupo de registros que contém no título a palavra CASA, mas excluíram-se deste grupo todos os registros que tinham a expressão MACHADO DE ASSIS no campo de autor.


  • Que tipo de acervo encontro na BNDigital?

    O Acervo da BNDigital é composto basicamente por obras em domínio público, abrangendo um período que vai do século XV ao início do século XX. O Acervo digital é composto por documentos cartográficos, iconográficos, manuscritos, bibliográficos, periódicos e sonoros.


    Todo esse material é de livre consulta em nosso site. Possuímos também algumas obras com Direitos Autorais vigentes que foram cedidas por seus titulares.


    Em cumprimento a Lei do Direito Autoral, a consulta ao acervo protegido depositado na Biblioteca Nacional é feita apenas presencialmente em eu prédio sede.


     


  • Encontrei uma música no acervo da BNDigital mas só consigo ouvir um pequeno trecho, por que?

    A maioria das músicas disponíveis na BNDigital ainda estão protegidas pela lei do direito autoral. Dessa forma para consulta online disponibilizamos apenas um pequeno trecho, nos termos da Lei no. 9.610 de 19 de fevereiro de 1998. O acesso a obra completa só é concedido nas dependências da Fundação Biblioteca Nacional.


  • Não consigo acessar o site ou o acervo digitalizado, por que?

    Algumas vezes nossos sistemas ficam indisponíveis devido ao grande volume de acessos ou a manutenção em nossos servidores. Na maioria das vezes o acesso é restabelecido em poucos minutos.


    Se não conseguir acessar alguma área do site ou do acervo digital, aguarde alguns minutos e tente outra vez. Se o problema persistir, reporte o erro para bndigital@bn.br, descrevendo o mais detalhadamente possível o ocorrido, informando os links aos quais está sem acesso e se possível, enviando capturas de telas.


    Trabalharemos o mais rápido possível para resolver os problemas.


  • Registro de propriedade intelectual

  • Quero registrar uma obra de minha autoria, como proceder?

    O registro de obras na Biblioteca Nacional é de responsabilidade do Escritório de Direitos Autorais (EDA). Para maiores informações acesse a página do EDA

    0 Escritório de Direitos Autorais (EDA) é a unidade da Fundação Biblioteca Nacional (FBN) responsável pela execução da política pública de registros e preservação da obra intelectual, conforme o estabelecido pela Lei n°. 9.610/98. 0 arquivo do EDA, composto pelas obras registradas, é de custódia da FBN pelo período que a lei estabelecer, sem prejuízo do autor. 0 objetivo é que o Acervo, transcorrido o apoio administrativo, seja destinado à preservação da memória intelectual brasileira.

    Todos os interessados em solicitar os serviços do EDA devem observar o que diz a Norma EDA, disponível no site https://www.bn.gov.br/servicos/direitos-autorais.

    0 encaminhamento de solicitação de Registro e/ou Averbação e/ou Serviços Pode ser feito:

    •presencialmente: direto no Escritório

    •via correio

    •via Postos Avançados: disponível em alguns Estados brasileiros.


    Consulte a documentação necessária para cada serviço e demais informações no site do Escritório e também no endereço:

    Fundação Biblioteca Nacional Escritório de Direitos Autorais

    Centro Empresarial Cidade Nova – Teleporto

    Av. Presidente Vargas, 3131, sala 702

    Cidade Nova

    Rio de Janeiro, RJ

    CEP: 20210-911


    Telefone:

    +55 (21) 2220-0039


    Email:

    eda@bn.gov.br


  • Reprodução/uso do acervo digitalizado

  • Como fazer para utilizar o acervo digitalizado da Hemeroteca Digital Brasileira?

    • A reutilização não comercial ou comercial de obras em domínio público ou protegidas pela lei do direito autoral provenientes da Hemeroteca Digital Brasileira são objeto de prévia autorização de uso.


    • Estes documentos não podem ser reutilizados sem o prévio consentimento da instituição ou empresa detentora dos direitos autorais. Dessa forma o uso do material disponibilizado no site da Hemeroteca Digital Brasileira depende da autorização expressa dos detentores dos direitos, ou na forma da Lei de Direito Autoral (Lei 9.610 de 19 de fevereiro de 1998).


    • O utilizador deverá informar-se junto à instituição ou empresa detentora dos direitos autorais sobre as condições de reutilização dos documentos.

    • A fonte de referência deve ser informada mencionando a BNDigital e a instituição ou empresa detentora do documento original


    3. Para obter a cópia de um documento da BNDigital em alta definição acesse o serviço de reprodução da Fundação Biblioteca Nacional. Clique aqui.


  • Como fazer para utilizar o acervo digitalizado da Rede da Memoria Virtual Brasileira?

    • A reutilização não comercial ou comercial de obras em domínio público ou protegidas pela lei do direito autoral provenientes de coleções de instituições parceiras da Rede da Memória Virtual Brasileira são objeto de prévia autorização de uso.


    • Estes documentos não podem ser reutilizados sem o prévio consentimento da instituição detentora do documento original. O utilizador deverá informar-se junto à instituição detentora do documento original sobre as condições de reutilização dos documentos.


    • A fonte de referência deve ser informada mencionando a BNDigital e a instituição detentora do documento original.


  • Quero solicitar uma cópia de documento, como faço?

    Todo o conteúdo disponível na BNDigital é de domínio público e pode ser utilizado, para fins pessoais e de pesquisa, sem necessidade de autorização da Fundação Biblioteca Nacional. Para solicitar cópia do acervo digitalizado para fins comerciais, ou em formato ou padrão diferente do disponibilizado no site deve ser enviado pedido para a curadoria do acervo, nos endereços eletrônicos abaixo:


    Seção de Cartografia  –  carto@bn.gov.br

    Seção de Iconografia – icono@bn.gov.br

    Seção de Manuscritos – mss@bn.gov.br

    Seção de Música e Arquivo Sonoro – dimas@bn.gov.br

    Seção de Obras Raras – diora@bn.gov.br

    Coordenação de Acervo Especial – cae@bn.gov.br

    Coordenação de Acervo Geral – cage@bn.gov.br

    Coordenação de Publicações Seriadas – periodicos@bn.gov.br

    Para saber a qual setor solicitar a reprodução do acervo, consulte a base de dados e verifique a informação do campo Localização dos Originais.